Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



fosco

por Lhuna, em 15.12.18

Este blog escreveu-se sozinho, de todas as vezes que se abria mais uma fenda no músculo mais importante que guardo em mim. 
São raras as vezes que aqui volto para contar coisas felizes, e mantive este método durante anos, e anos...e anos. Escrever aqui quando só via névoa funcionou sempre como uma espécie de terapia. Escrevo para me ajudar a pensar. Escrevo porque me deixo dizer palavras que a voz não sabe.
Já não estranham vocês as publicações a meio do dia, ou a meio da noite. Não questionam as poucas palavras, nem a falta de espinha dorsal. Não o fazem porque só assim me conhecem, e eu gostava de dizer que sou mais do que isto. Mas, pouco mais serei.
Este blog escreveu-se quando o coração estava tão apertado que achou que fugir do meu peito era a única solução. E assim se manteve, até relaxar o suficiente e voltar à sua forma original.
Sempre fui mais honesta com os outros do que comigo, sempre fui mais transparente aqui do que em qualquer sítio do mundo. Escrever é a minha forma de pensar, e eu não o faço tantas vezes quanto deveria. 
Escrevo aqui podem já adivinhar porquê. 

Tags:

Plural

por Lhuna, em 09.10.18

Falar aos outros sobre ti, é guardar para mim todos os nossos nós.

7ed7049bd4137e391e2c921403b4f88f.jpg

 P.s. não sei da minha vida

O que eles não sabem

por Lhuna, em 05.07.18

é que ao mandar-te embora, fui também. 

Tags:

publicado às 23:26

coisas.

por Lhuna, em 29.06.18

ser de todo o lado e de lugar nenhum.

Tags:

publicado às 23:41

e então ele diz

por Lhuna, em 15.10.16

"detesto que me faças apaixonar-me mais por ti"

Sabes que

por Lhuna, em 29.08.16

estás numa relação séria quando

- és convidada para os 50 anos de casamento da tia mais rica e mais pirosa do teu namorado.



"I was never insane except upon ocasions when my heart was touched"
- Edgar Allan Poe


Segmentos Ativos

♦  Aparte Cinematográfico
♦  Gostei e Partilhei