Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Sobre a vida

por Lhuna, em 06.11.17

Quando criei o meu primeiro blog algures em 2006/2007, era eu uma pirralha com algum jeito para as palavras, fi-lo por precisar de um espaço para guardar memórias, algo mais permanente que um diário ou um caderno aleatório, que ficava esquecido numa qualquer gaveta ao fim de umas semanas.

Na altura, e nos anos seguintes estes meus cantos que frequentemente mudavam de endereço, iam recontando a minha história, a qual eu e muitos de vocês podiam ler, mas o propósito foi sempre o oposto desse - de dar a ler. O objetivo último era guardar perpetuamente uma parte de mim, para tarde ou cedo dizer-me "eu avisei".

Nos últimos anos, e nesta casa que já conhecem, este blog foi perdendo a essência, que é como quem diz, eu fui-me perdendo. Em amores e desamores, parte de mim tinha-se desvanecido na internet. Parte de mim estava, algures por aí. A outra parte, vivia a vida de uma miúda, ainda com algum jeito para as palavras. Esta casa tornou-se um entra e sai de vidas, um corre corre de memórias, mas tantas vezes uma casa vazia. 

Demorei, demorei alguns meses a pensar e a ponderar, a escolher as palavras certas para voltar a fazer deste canto, o meu recanto. Como sempre foi, como sempre quis que fosse. A vida mudou-me, e eu mudei-me. Espero que percebam de que forma daqui para a frente. Sem artifícios, sem rodeios, sou eu. Como sempre fui, com vírgulas a menos e frases curtas. Sou eu, como sempre fui. Na minha casa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:57


1 comentário

Imagem de perfil

De V. a 06.11.2017 às 21:29

E é isso que basta - seres tu dentro da tua própria casa. E o que importa é que estejas bem dentro da tua casa, quem vier e ler, irá perceber que és tu em cada palavra.
Bem-vinda de volta! :)

Comentar post




"I was never insane except upon ocasions when my heart was touched"
- Edgar Allan Poe


Segmentos Ativos

♦  Aparte Cinematográfico
♦  Gostei e Partilhei