Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Bruma

por Lhuna, em 05.08.13

Grava-se na pele, como se de um livro se tratasse. O medo de se perderem. De perder.
Se a noite deixasse de o ser. Se o sol não mais se visse. Deixavam eles também de viver.
Numa guerra de sonhos, em que cada tiro era um beijo. Cada chama um desejo.
Eram dois, presos a si. Assim, presos na vida. À vida.
Sem ver nada em volta, sem ver para lá de si. Viam-se aos dois só.

E o resto era apenas nevoeiro. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 10:03


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




"I was never insane except upon ocasions when my heart was touched"
- Edgar Allan Poe


Segmentos Ativos

♦  Aparte Cinematográfico
♦  Gostei e Partilhei