Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




sem titulo

por Lhuna, em 20.08.12

Emprestaram-se palavras sem querer. De tão tuas que foram que agora andam nas bocas do mundo.

Sem querer.

Palavras de cristal...tão bonitas. Doces. Amargas. Agridoces. Tuas. Emprestei-as sem pensar que eram tuas. Minhas e tuas. Dei-as, assim.

Sem querer.

E nada quero mais se não tê-las de volta. As palavras. A ti. Aos segredos e desejos. Aquilo que sem culpa ou vontade fui deixando para trás. Era ter-te de volta. De novo.

Sem querer.


do coração não me saem mais palavras


Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 17:08


6 comentários

Imagem de perfil

De melanie a 20.08.2012 às 19:36

Só se dá valor às coisas quando elas fogem.
Sem imagem de perfil

De Mariella a 20.08.2012 às 20:06

gostei muito.
Sem imagem de perfil

De Mariella a 20.08.2012 às 20:09

estou a seguir-te no tumblr.
Imagem de perfil

De agnes a 21.08.2012 às 11:55

"E nada quero mais se não tê-las de volta. As palavras. A ti. Aos segredos e desejos. Aquilo que sem culpa ou vontade fui deixando para trás. Era ter-te de volta. De novo." adorei!
Imagem de perfil

De melanie a 21.08.2012 às 16:12

É normal.
Imagem de perfil

De Miia *-* a 23.08.2012 às 11:41

« bastava ter-te de volta , as palavras voltariam aparecer »

Comentar post




"I was never insane except upon ocasions when my heart was touched"
- Edgar Allan Poe


Segmentos Ativos

♦  Aparte Cinematográfico
♦  Gostei e Partilhei