Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Naufrago

por Lhuna, em 26.05.12

Passaram-se anos, tantos que ficaram por contar. Passaram-se vidas. Idênticas entre si, idênticas no amor. Pouco se perdeu, de uma fita azul onde se guardam memórias, pouco se perdeu. No coração, nada.

Foram anos

Toques gentis de passados distantes. Cheiros. Rostos. Viram-se aqui - nesta terra cinzenta - paixões inimagináveis. Eram belas. A mais bela.

Viram-se em cruzadas de marinheiros. Uma princesa de porcelana e um galante capitão. Amados e perdidos em mapas do tempo. Foram-se em viagens. Ele foi-se, triste. Pobre e triste.
guardados em palavras e memórias. 

Passaram-se anos, a princesa de porcelana rodeada de andorinhas num palácio de margaridas. O jovem marinheiro perdeu-se no mar. Perdeu-se com a mais Bela.

 

Tags:

publicado às 14:41


1 comentário

Sem imagem de perfil

De somethingintheway a 28.05.2012 às 13:49

Eu estava sentada a comer um prato de sopa e a ver o rock in rio, só me lembro de pensar: "oh Ana, como isto é deprimente, a comer sopinha e a ver um bruto concerto como aquele" e depois deprimi -.-

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




"I was never insane except upon ocasions when my heart was touched"
- Edgar Allan Poe


Segmentos Ativos

♦  Aparte Cinematográfico
♦  Gostei e Partilhei