Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




castiga-me

por Lhuna, em 10.05.12

de outra forma que esta mata-me.

castiga-me mas não me deixes antes da chuva voltar

vem tu como o veio o sol.

castiga-me que eu juro não te castigar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 22:12


8 comentários

Imagem de perfil

De agnes hope a 10.05.2012 às 22:20

mau maria, nada!
Imagem de perfil

De norma christina a 10.05.2012 às 23:07

revejo-me tanto neste texto. favoritos.
Imagem de perfil

De norma christina a 11.05.2012 às 20:09

é o só querer ficar com a pessoa e o pior castigo seria ela afastar-se completamente. eu faria tudo outra vez, se era aquele castigo muito bem, eu aceito.
parece que tenho um vazio. nada é suficiente.
Imagem de perfil

De norma christina a 11.05.2012 às 20:44

é a falta de algo. não interessa se era mau ou bom. sinto falta, não sei explicar. sinto-me sozinha.
Imagem de perfil

De norma christina a 11.05.2012 às 20:55

eu sei o que me falta. falta-me o Afonso. tomar medidas? não há nada que se possa fazer.
Imagem de perfil

De norma christina a 11.05.2012 às 21:14

agora ainda estou cega, não vejo qualquer solução. talvez mais tarde um bocado, quem sabe?
Imagem de perfil

De norma christina a 11.05.2012 às 21:23

não sei como fazer.
Imagem de perfil

De norma christina a 11.05.2012 às 21:33

hei-de encontrar.

Comentar post




"I was never insane except upon ocasions when my heart was touched"
- Edgar Allan Poe


Segmentos Ativos

♦  Aparte Cinematográfico
♦  Gostei e Partilhei